Brasil

  Rio Grande do Sul

Zero Hora de 04/10/02

 Menu

 Página inicial
 Quem sou
 Trabalhos
 Artigos
 Notícias
 Assuntos 
da semana
 Livros 
 Cartas e Respostas
 Charges

 Contato para pales-
tras e assessorias

 Links 
Recomendados 
Outros
 E-mail
 Enquetes anteriores


A cada minuto uma pessoa é assassinada no mundo
Levantamento aponta a morte de 1,6 milhão de pessoas em 2000

            A cada 40 segundos ocorre um suicídio, a cada 60 segundos um assassinato e a cada cem segundos alguém morre em um conflito armado, segundo um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgado ontem.

            Um total de 1,6 milhão de pessoas morreram prematuramente de causas violentas em 2000, disse a OMS.

            O mais alto índice de suicídios ocorreu na Europa Oriental, e o mais baixo, na América Latina. No entanto, estas cifras não refletem as marcantes diferenças entre a população rural e urbana nem os distintos grupos raciais e étnicos dentro dos países.

            A agência de saúde das Nações Unidas, em um relatório considerado o mais amplo já realizado no âmbito internacional sobre o problema, examinou o alcance da violência nas residências e nas ruas, os abusos contra crianças e idosos, o suicídio e a guerra.

            – Os números de morte violenta indicam só uma parte da história – disse Etienne Krug, o autor do relatório:

            – O abuso físico, sexual e psicológico ocorre diariamente em todos os países, prejudicando a saúde e o bem-estar de milhões de pessoas.

            A equipe de Krug passou três anos preparando o informe, com base nas pesquisas de 160 especialistas em 170 países. A OMS espera agora ajudar os governos na realização de campanhas nacionais de prevenção, concentrando-se especialmente nos jovens.

O ESTUDO

ASSASSINATOS

• Em 2000, 520 mil pessoas foram assassinadas no mundo
• Do total de vítimas, 199 mil tinham entre 10 e 29 anos
• Elas foram assassinadas por gente da mesma idade
• O uso de álcool e de drogas, aliado ao fácil acesso a armas de fogo, é estimulador ao crime
• Os homicídios entre jovens aumentaram nos EUA, em muitos países da América Latina e no antigo bloco soviético, mas se estabilizaram na Europa Ocidental e no Canadá
• Nos EUA, é 12 vezes mais provável que os jovens negros morram assassinados do que os brancos

ABUSOS

• A estimativa é de cerca de 57 mil crianças foram mortas vítimas de abusos
• Milhões de crianças são espancadas e, em muitos casos, sofrem abusos sexuais
• Cerca de 69% das mulheres já foram agredidas e violadas
• Em países pobres, as idosas correm mais risco de abuso do que os idosos
• Em alguns casos, elas são abandonadas ou privadas de suas propriedades quando viúvas
• Na Tanzânia, 500 idosas acusadas de atos de bruxaria, com freqüência em relação ao mau resultado das colheitas, são assassinadas a cada ano

 

 

adicione o Polícia e Segurança aos favoritos.

Clique aqui para assinar o Livro de visitas
Clique aqui para ler o Livro de visitas.
As idéias e opiniões aqui expressas são de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores.
 

Web designer: Otálio Afonso